24 de abr de 2011

Atitudes de um Vitorioso
Sl 89.17 “Tu, ó Deus, és o nosso poder glorioso; por tua bondade, nos fazes vencer”.
            O que nos faz vencer e triunfar, não são nossos méritos próprios, mas a bondade e a misericórdia do Senhor.
            Mas eu percebo algumas características (ATITUDES) sempre presentes na vida dos vitoriosos. Pessoas que aprenderam a desfrutar das experiências dadas por Deus. Pessoas que alcançaram grandes vitórias e que são dependentes da bondade de Deus, mas que possuem dentro de si uma determinação de sempre prosseguir. Deus nos permite interagir na nossa vitória quando tomamos atitudes características de um vitorioso.

            Quais são essas atitudes? São três:     
1. O Vitorioso não se intimida diante dos obstáculos
Grave isso que eu vou dizer agora: Um grande sonho, em combinação com determinação, confiança, persistência e fé consistente pode fazer com que a vida se transforme na mais maravilhosa aventura a ser vivida.
Uma vez que você estabeleceu seus alvos e começou sua jornada rumo à sua realização, pode estar certo de que enfrentará dificuldades. Haverá sem dúvida alguns, ou inúmeros obstáculos, mas você não deverá se permitir intimidar por nenhum deles.
Você se lembra de que quando Moisés libertou o povo do Egito ele pediu que doze espias fossem olhar a nova terra. Dez deles voltaram afirmando que nela havia muito mel e leite, mas também muitos gigantes (obstáculos). Os dez espias estavam prontos para desistir, porque se viam - conforme sua própria descrição - como gafanhotos, comparados com os gigantes. Do grupo dos doze, apenas dois depositaram sua fé em Deus. Eles não se deixaram intimidar, porque sua fé era maior que os obstáculos - os gigantes.
Não se permita intimidar pelos gigantes desta vida. Quando Deus é por você, ele é maior que o mundo todo contra você!

2. O Vitorioso procura viver feliz
O mundo em que vivemos simplesmente não entende o conceito da genuína felicidade e muito menos pode lhe fazer feliz. Felicidade, porém é algo bem mais simples do que você possa imaginar. Você pode ser feliz simplesmente por decidir ser feliz. Apesar dessa declaração - à primeira vista - soar tão superficial e simplista, o fato é que existe um princípio fundamental imutável por detrás da mesma.
É possível ser feliz quando as finanças estão em estado calamitoso ou quando uma inesperada tragédia lhe dilacera a alma? Sim. O fato é que não são os eventos e circunstâncias que lhe definem. O que lhe definem são as suas respostas a esses eventos e circunstâncias. É a confiança que você tem no seu Deus, o exercício da sua fé que irá determinar a sua felicidade em meio às tribulações. Nada, absolutamente nada nesta vida lhe ocorre sem que antes já tenha passado pelo filtro do amor de Deus. Esse é um princípio que o Senhor jamais negocia, é uma questão absolutamente fechada. Quando esse mesmo princípio é encarnado na nossa disciplina diária, então ganhamos uma nova perspectiva para viver em um novo estilo de vida.

Certo pensador disse o seguinte: Nunca tome uma decisão definitiva com base numa tempestade passageira. Não importa quão negra sejam as nuvens ao seu redor. Lembre-se a si mesmo dizendo: “Essa também irá passar”.
Obviamente que tristezas, desapontamentos, lágrimas podem estar sempre ao seu redor, mas absolutamente isso não anula a sua possibilidade de ser feliz. Por quê? Porque felicidade é muito mais do que uma circunstância ou um evento que possa lhe trazer muita alegria. Mas genuína felicidade é ter a serena consciência de que Deus está soberanamente no controle da história da minha vida. O Senhor não quer que sejamos simplesmente alegres, mas que vivamos em paz, com felicidade em nosso coração. João 14.27 “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.

 3. O Vitorioso deixa brilhar a sua luz: A decisão de irradiar alegria e positivismismo é apenas sua. Pode parecer ingênuo, irrealístico, insensível, mas não é.  Seu estado deplorável não ajuda ninguém. Seu desespero e a sua angústia não realizam absolutamente nada. Seu cinismo não traz benefício algum, nem a você nem a ninguém. Por que então aceitar se engajar em tais atitudes?
O negativismo é um buraco profundo e cheio do nada. Quem precisa dele? Nem você, nem ninguém. Você não se beneficia do seu negativismo; tampouco ninguém. Ele é não apenas doloroso como inclusive inútil. Portanto, quando você sentir que ele está vindo, imediatamente peça a força de Deus para ajudá-lo a opor forte resistência a tal sentimento. Você tem coisa muito mais importante para fazer do que desperdiçar preciosa energia com algo que não irá lhe trazer nenhum benefício - nem a você, nem a seja quem for perto ou longe de você.

DEIXE BRILHAR A SUA LUZ - Não se entregue às trevas do negativismo. Deixe que brilhe a sua luz. Concentre-se naquilo que é positivo, bom e verdadeiro, e assim você estará construindo um mundo muito melhor onde viver.              
Mt 5.16 “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário