24/04/2011

O PECADO DA MURMURAÇÃO

 “Mas agora vos escrevi para que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.” (I Co 5.11).

“Fazei todas as coisas sem murmuração nem contendas” (Fp 2.14).

Murmurar significa: difamar, caluniar, resmungar, falar com voz baixa, falar mal de alguém ou de alguma coisa.
A murmuração está na lista dos piores pecados. É como o pecado da feitiçaria (I Sm 15.23). Murmurar é tão mal que mata a obra de Deus, tira a alegria e satisfação do coração dos crentes. Os murmuradores nunca estão satisfeitos, sempre encontram falhas em alguém. (Num 14.1-33).

O povo de Israel perdeu o temor a Deus e se esqueceram dos grandes milagres que o Senhor operou na terra do Egito. E começaram a murmuraram de Moisés:
“E disseram a Moisés: Não havia sepulcros no Egito, para nos tirardes de lá, para que morramos neste deserto? Por que nos fizeste isto, que nos tem tirado do Egito? Não é esta a palavra que temos falado no Egito, dizendo: Deixa-nos que sirvamos os egípcios? Pois que melhor nos fora servir aos egípcios do que morremos no deserto” (Ex 14.11, 12).

O povo murmurou:
• Na beira do mar – Ex 14.11-12
• Quando faltou água – Ex 15.24
• Quando faltou carne – Ex 16.2-3
• Quando, novamente faltou água – Ex 17.13
• Quando Moisés subiu ao monte para orar – Ex 32.1
• No deserto o povo murmurou outra vez – Num 14.

Moisés mandou 12 homens para espiar a terra de Canaã – Num 13.1-33; 14.1-10, mas dez deles eram medrosos, covardes e murmuradores: voltaram difamando a terra; com medo do gigante; tristes da viagem; murmurando de Moisés.

Entre os 12 homens que Moisés mandou para expiar a terra 10, deles eram pessimistas e murmuradores:
Dez se queixaram que a terra consumia os moradores.
Mas dois homens de fé anunciam que a terra era boa mana leite e mel.
Dez disseram grande são os o gigante e nós como gafanhotos.
Mas dois homens de fé e coragem disseram o nosso Deus é mais poderoso que os gigantes da terra.
Dez voltaram tremendo de uma importante missão.
Mas dois homens de fé voltaram entusiasmavam proclamando o povo a conquistar a terra.
Dez voltaram tristes e desanimados da viagem de espiar a terra.
Mas dois homens de fé voltaram alegres, animando o povo a conquistar a terra.
Dez homens disseram não temos condição de implodir os muros de Jericó.
Mas dois homens de fé diziam o Senhor implodirá por nós.
Dez voltaram dizendo voltaremos ao Egito.

Mas dois homens de fé voltaram dizendo nós iremos é para Canaã.
Ali tinha dois homens de fé e coragem que animavam o povo a prosseguir: Assim, Josué e Calebe cooperaram grandiosamente com Moisés por serem fiéis à sua liderança.
O que aconteceu com os filhos de Israel, serve de alerta para a Igreja:
“Depois falou o Senhor a Moisés e Arão, dizendo: Até quando sofrerei esta má congregação, que murmura contra mim? Tenho ouvido a murmuração dos filhos de Israel, com que murmuram conta mim. Dize-lhes: Assim eu vivo, diz o Senhor, que, como falestes aos meus ouvidos, assim farei a vós outros. Neste deserto cairão vossos cadáveres, como também todos os que de vós foram contados segundo toda a vossa conta, de vinte anos para cima, os que dentre vós contra mim murmurastes; Não entrarão na terra, pela qual levantei a minha mão que vos faria habitar nela, salvo Calebe, filho de Jefone, e Josué, filho de Num.” (Nm 14.26-30).

Deus não permitiu que os pessimistas e murmuradores entrassem na terra prometida (Num 14.29-30) e falou o Senhor a Moisés e Arão dizendo: apartai-vos do meio dos murmuradores, levantem-vos de perto da habitação destes homens Coré, Datã e Abirão (Num 16.20-21) e disse o Senhor: afastai-vos de perto das tendas destes ímpios e não toqueis em nada do que é seu, para que não pereçais com eles (Num 16.24-26). E aconteceu que acabando de falar esta palavra à terra que estava debaixo deles se fendeu e abriu sua boca e os tragou com tudo o que era seu. (Num 16.31-33).

Não devemos murmurar, nem mesmo com razão.
1º- Porque a murmuração não resolve os problemas, simplesmente culpa alguém “Moisés” foi culpado.
2º- Porque a murmuração sempre é contra o Senhor Deus e não contra o “homem Moisés” (Ex 16. 8 Num 14.26-30)
3º- Não devemos murmurar porque fomos chamados para bendizer (Mt 5.44; Lc 6.28; I Co 4.12-13).
4º- A murmuração demonstra nossa falta de visão, pois ela é fruto da inveja.
5º- A murmuração manifesta nossa ingratidão diante de Deus e da Igreja.
6º- A murmuração revela nossa falta de fé confiança em Deus.
7º- A murmuração causa prejuízo na obra de Deus, eles os hebreus atrasaram a viagem de 40 dias para 40 anos.

Pois segundo a maioria dos historiadores, do Egito a Israel; à distância em linha reta é de mais ou menos 485 km. Se os israelitas andassem 12 km por dia, faria em 40 dias, mas como eles andaram em círculo e esteve três vezes no monte Sinai, seria então em 120 dias, ou três meses de viagem, para chegarem à “terra prometida”; isto prova que a desobediência faz tardar as benções de Deus, pois os israelitas deveria ter entrado na terra prometida em 40 dias ao sair do Egito. Mas como castigo de Deus em peregrinação no deserto demorou 40 logos anos.

Os murmuradores não herdará o Reino de Deus: “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus” (I Co 6. 9,10).

Um comentário:

  1. Pastor eu lhe peço em nome do Senhor Jesus ore por mim pois eu murmuro muito. E o que eu mais quero na minha existência é a minha salvação. Peço-lhe ore por mim e minha família.

    ResponderExcluir